Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2019

RHUAN – A VIOLÊNCIA CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES

Imagem
São muitas as formas de violência, múltiplos os seus autores, incontável o número dos que são atingidos. Estranho que o ambiente familiar seja espaço onde crianças e adolescentes  são  vítimas da ação agressiva dos adultos. A partir da família, cria-se uma corrente de agressão, pois “quem bate ensina a bater”, que se espalha por outros estratos da sociedade, criando uma  cultura da violência. Ignorar ou não querer ver a violência disseminada é expressão de uma indiferença, um vírus letal para a pessoa e a sociedade. É bem verdade que a educação, a legislação e a justiça contribuíram, e muito, para a diminuição da violência contra as crianças e adolescentes, mas ainda não é uma praga vencida. Tudo indica que há um longo caminho a percorrer para a “completa” proteção dos menores diante da ação agressiva dos familiares e “estranhos” adultos. O problema é maior do que pensamos, em número de atingidos, causa e consequências. Há uma violência psicológica e verbal que humilha, denigre

O DIVINO ESPÍRITO SANTO

Imagem
  O Divino Espírito Santo é uma pessoa . A Sagrada Escritura mostra que o Divino Espírito Santo se manifesta na História da Salvação em forma de pomba e de línguas de fogo. Não são poucos que confundem as formas da manifestação com o próprio Divino Espírito Santo; por isso, é preciso reafirmar que Ele não é pomba e nem fogo, mas uma pessoa. Toda pessoa é um mistério, quanto mais é mistério as pessoas divinas: Pai, Filho e Espírito Santo. Mistério não é ausência, mas excesso de razão. Na Sagrada Escritura e na Tradição, o Divino Espírito Santo é denominado de diversos modos: água, unção, fogo, nuvem, luz, selo, mão, dedo e pomba (cf Catecismo da Igreja Católica 694-701). “O que está em Deus, ninguém o conhece senão o Espírito de Deus”(1Cor 2,11).   Partindo desta afirmação, eis o que diz o Catecismo da Igreja Católica: “Ora, seu Espírito que o revela nos dá a si mesmo. Aquele que ‘falou pelos profetas’ faz-nos ouvir a Palavra do Pai. Mas ele mesmo, não o ouvimos. Só o conhecemos

Confira as últimas postagens do site da Diocese de São José do Rio Preto