Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2018

UNIÃO PELO BRASIL

Imagem
Não é um “chavão” pós-eleitoral, mas é momento oportuno para promover a unidade dos brasileiros pelo Brasil, pensá-lo e construí-lo diuturnamente, com afinco e sem receios do tempo presente e futuro. Se num primeiro momento havia uma apatia generalizada diante da política e dos políticos, depois experimentamos um tempo de acalorados posicionamentos que desembocaram em atitudes de violência verbal, escrita, física e virtual. Os ânimos ficaram exaltados e em alguns momentos assistimos à ausência do uso da razão. Os meses de novembro e dezembro são oportunos para avaliar o que vivemos no tempo eleitoral, tomar decisões e construir projetos em âmbito pessoal e coletivo que contribuam para superar as “feridas” oriundas  dos últimos governos e do tempo eleitoral e que deixaram profundas cicatrizes na vida social, econômica e política do Brasil. É tempo de serenar os ânimos, apaziguar as diferenças e buscar o horizonte comum do bem de todos os que vivem neste país chamado Brasil, olhand

SE MORRE COMO SE VIVE

Imagem
  Algumas pessoas banalizam a morte: para uns, por não acreditarem na vida eterna, a morte é o fim de tudo, com ela tudo acaba e tudo é reduzido ao nada; para outros, porque não valorizam a vida, a morte é um detalhe sem importância e sem significação, por isto matam por qualquer razão ou sem nenhuma razão. O modo de viver é um fator determinante para enfrentar a morte. Há ‘forças” na sociedade que são fontes disseminadoras de uma compreensão da vida e da morte sem mistério, contribuindo para incentivar ou reafirmar um modo de “ignorar” ou disfarçar a morte, de modo proposital ou não. Para um número significativo de pessoas, não há mais “indignação” diante da morte provocada. Alguns até “torcem” ou contribuem para que outros venham a morrer. Por outro lado, há uma “indústria” que se desenvolve no entorno da morte, que virou mercadoria, e cobra muito alto. Os ritos da morte, para um determinado segmento da sociedade, são pagos a “peso de ouro”. Há um processo de des

Confira as últimas postagens do site da Diocese de São José do Rio Preto