sexta-feira, 28 de setembro de 2018

A MISSÃO, O SÍNODO E O ROSÁRIO





O mês de outubro é especial para os católicos brasileiros, celebramos a festa de Nossa Senhora Aparecida, a rainha e padroeira do Brasil, bem como o Círio de Nossa Senhora de Nazaré. De Aparecida, SP, e Belém, PA, irradia para o Brasil a força da Mãe de Deus, através das celebrações litúrgicas e das diversas expressões da piedade popular. Os brasileiros possuem um carinho filial para com a pessoa de Nossa Senhora e expressam este sentimento através de uma pluralidade de manifestações religiosas e culturais.
  
O Rosário de Nossa Senhora é muito lembrado em outubro. É uma forma de oração, desenvolvida por São Domingos e que se tornou popular, que leva o fiel a contemplar a salvação de Deus em Cristo, através da meditação dos mistérios gozosos, luminosos, dolorosos e gloriosos. A repetição sistemática da oração do “Pai Nosso” e da “Ave Maria”, intercaladas com outras invocações, permitem uma elevação do coração e da mente do fiel a Deus, criador e santificador.
Em todo o mundo o mês de outubro é a ocasião oportuna para intensificar a consciência missionaria dos católicos. Neste ano, o dia vinte e um é o “Dia Mundial das Missões e da Obra Pontifícia da Infância Missionária”. Quem “encantou-se” por Nosso Senhor Jesus Cristo sente um ímpeto, que nasce do coração, de torná-lo conhecido e amado por aqueles que ainda não tiveram a oportunidade de receber o primeiro anúncio do evangelho da salvação ou ainda não conseguiram aprofundar a sua vida de fé. Ser missionário é uma necessidade interior que se impõe a todo aquele que busca viver profundamente o seguimento ao Divino Mestre em comunhão com a Igreja.
Neste mês missionário a Diocese de São José do Rio Preto realiza sete experiências missionárias, uma em cada Região Pastoral: Paróquia Nossa Senhora da Paz, em Bálsamo; Paróquia São Sebastião, em Altair; Paróquia São José, em Adolfo; em São José do Rio Preto, nas paróquias: Santa Apolônia, Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, São Francisco de Assis e Santo Expedito. Em julho foi realizada a missão jovem na Área Pastoral Nossa Senhora da Esperança, reunindo quatrocentos jovens missionários, bem como a missão promovida pelos seminaristas na Paróquia Divino Espírito Santo, em São José do Rio Preto, e na Paróquia São Sebastião, em Guapiaçu.
Em Roma, na Santa Sé, realiza-se de três a vinte e oito de outubro o Sínodo dos Bispos, voltando o seu olhar para a juventude e sua relação com a fé e o discernimento vocacional. O evento foi preparado intensamente em todos os países, mas também na Itália, com um “pré-sínodo”, convocado pelo Papa Francisco, reunindo jovens de muitos países. O despertar e o aprofundar da fé no coração do jovem deve ser uma missão de todos nós. A vida de fé deve tornar-se o contexto do discernimento vocacional seja para o matrimônio e a família, a vida religiosa e consagrada ou para a vida sacerdotal. Acompanhemos com a nossa oração o desenvolvimento do Sínodo sobre a juventude.
Nos últimos anos tem se multiplicado na Diocese de São José do Rio Preto os encontros, retiros e cursos para os jovens, promovidos pelas paróquias, novas comunidades, movimentos e associações religiosas, propiciando-lhes um momento de encontro pessoal com Nosso Senhor Jesus Cristo. Mas ainda temos um longo caminho a percorrer para oferecermos a eles tudo o que precisam para conhecerem, amarem e seguirem o Divino Salvador. Não esquecemos também o esforço de evangelização da juventude feitos pelas escolas católicas presentes nesta Igreja Particular. A todos os que voltam a sua atenção e aplicam as suas energias no trabalho pastoral com os jovens, nossa perene gratidão.

+ Tomé Ferreira da Silva
Bispo Diocesano de São José do Rio Preto.
   

Nenhum comentário:

Postar um comentário