Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2018
Imagem
Início da Equipe de Nossa Senhora, nº53 Nossa Senhora do Ó com 7 casais tendo como Sacerdote Conselheiro Espiritual
Imagem
A diocese de São José do Rio Preto através da Pastoral da Comunicação promoveu no último final de semana o Curso de Fotografia Religiosa conduzido pela equipe da Adora Comunicação da diocese de Londrina/PR.    
Imagem
Dom Tomé preside missa na CNBB, por ocasião do Encontro da Dimensão Bíblico-Catequética em preparação da 4ª Semana Brasileira de Catequese.

ABERTURA DIOCESANA DA CATEQUESE

Imagem
Em 18 de fevereiro do ano em curso, a Pastoral Bíblico-Catequética realizou a Abertura Diocesana da Catequese na paróquia Jesus Bom Pastor e São Sebastião, em São José do Rio Preto. Após acolhida e café da manhã, os catequistas participaram da Santa Missa presidida por dom Tomé e concelebrada pelos padres José Vitoretti e Fábio Dungue.  Acompanhados pela equipe diocesana, os catequistas participaram de uma experiência missionária nos bairros pertencentes àquela comunidade paroquial. Dezenas de famílias acolheram os catequistas para um momento de oração pela paz nas famílias. Após as visitas, os catequistas partilharam a experiência vivida nesta ação missionária expondo também o desejo de estender a proposta às comunidades e paróquias da diocese.
Imagem
A primeira reunião do ano de 2018 dos membros do Conselho de Pastoral Diocesano teve início com a santa missa presidida por dom Tomé, acompanhado de padres e leigos responsáveis pelas pastorais e movimentos da diocese. A celebração e reunião foram realizadas no último sábado (17) nas dependências do Centro de Estudos Superiores Sagrado Coração de Jesus.

CAMPANHA DA FRATERNIDADE É ABERTA NA DIOCESE

Imagem
O povo da Diocese de São José do Rio Preto já milita em prol da superação da violência. "Vós sois todos irmãos" (Mt 23,8), lema da Campanha da Fraternidade 2018, é a inspiração que norteará a caminhada dos fiéis durante a Quaresma. Sob a presidência de dom Tomé Ferreira da Silva, foi celebrada a Missa que marcou a abertura do tempo de conversão e penitência que conduzirá à Páscoa. O encontro aconteceu na Catedral de São José, nessa quarta-feira, 14 de fevereiro. "Misericórdia, ó Senhor, pois pecamos" (Salmo 50/51), declararam Padres, diáconos, religiosos, autoridades da Região e o povo, na vivência do Ano Nacional do Laicato. O tom penitencial, acentuado pelo roxo, cor litúrgica indicada para o período, foi valorizado desde o princípio da Celebração pelo bispo; que conduziu Ato voltado ao exame de consciência; "reconhecendo-nos necessitados do perdão de Deus", completou o epíscopo. Reflexão "A singularidade do Tempo da Quaresma vem do fato de que nó

QUARESMA: ORAÇÃO, CARIDADE E PENITÊNCIA

Os quarenta dias da quaresma são para serem santificados pela oração, caridade e penitência. São três caminhos que conduzem a pessoa, à comunhão com o mistério de Nosso Senhor Jesus Cristo, glorificado pela cruz e pela ressurreição. O caminho da oração que santifica pressupõe a fé. Sem fé, a pessoa não ora. Ao mesmo tempo, a oração revigora a fé. Vivemos em tempo de muitas "fés" e de fé alguma. No desejo de construir uma "fé própria", a pessoa fica sem a fé autêntica em Deus que nos salva em Nosso Senhor Jesus Cristo. A crise na oração, o não rezar, é um sintoma de fé doente ou de inexistência de fé. Suscitar a fé é pressuposto para recuperar a oração. Quem não sente necessidade interior de orar, quem não sente o bom sabor da oração, é porque está com uma enfermidade mais profunda que atinge a fé. Não adianta "exigir" que outros rezem, só eles estão com problemas sérios na base, na fé. É preciso restaurar a fé para recuperar a oração. Nosso tempo é o da p

ORAÇÃO E JEJUM PELA PAZ

O Santo Padre, o Papa Francisco, nos convoca para um dia de jejum e de oração em favor da paz, 23 de fevereiro do ano em curso, tendo presente no coração as realidades conflituosas, sobretudo da República Democrática do Congo e da República do Sudão do Sul. São muitos os conflitos, e maiores as tensões, entre países, etnias e grupos dentro de uma mesma nação. Parecemos viver em uma “corda bamba” que pode romper a qualquer momento e colocar-nos em uma situação de guerra ampliada envolvendo muitas nações. Entre as autoridades mundiais, o Papa Francisco tem sido uma voz solitária a gritar em nome da paz, alertando para o risco iminente de novo conflito mundial e atômico. Os governantes parecem olhar somente para seus respectivos países e interesses. A oração e o jejum nos colocam no nosso lugar, no “nosso quadrado”, no contexto da natureza, da história, na sociedade e na Igreja. Eles nos ajudam a construir a paz interior, que é mais fruto da ação do Espírito Santo em nós. À ação do Espír

AS CINZAS

No mundo do gás e da eletricidade, da energia solar e nuclear, a cinza tornou-se desconhecida das novas gerações, e por isso mesmo perde sua força significante e não conduz a pessoa a outra realidade significada. Temos cinza como resíduo de vegetais, mas também de ossos e da carne, com a cremação dos cadáveres. Ela pode ser compreendida como resto, a sobra do que existia. A cinza não é um nada, é algo que existe, que persiste apesar da destruição operada pelo fogo. O fogo faz a brasa, da brasa resta a cinza, ao final. A cinza não é inútil, pode ser usada como “fertilizante”, mas é também remédio para combater pragas nas plantas, como matar pulgões. No passado foi usada para filtrar água, com a qual se fazia “sabão de cinza”, um poderoso agente de limpeza nas casas empobrecidas rurais. Era tão forte que transformava a gordura em agente contra a gordura, pois a matéria prima são restos da gordura suína. No domingo da Paixão do Senhor, há sempre uma sobra de ramos que não é levada para c

RETIRO ANUAL DO CLERO

Imagem
A prática do retiro é uma prática de antiga tradição e que encontra fundamento na Sagrada Escritura, e é bastante recomendada pelo magistério da Igreja. Seguindo essa lógica, todos os anos os padres tem como propósito o retiro. Na diocese de São José do Rio Preto há dois retiros, um que acontece em fevereiro e outro que acontece em julho, para que todos tenham a oportunidade de fazer essa experiência. O primeiro retiro do ano está em andamento e teve início na última segunda-feira, 05 de fevereiro, e encerra-se amanhã, 09 de fevereiro, sendo realizado no Seminário Santo Antônio localizado no município de Agudos-SP. O retiro está sendo orientado pelo bispo da diocese de Amparo-SP, Dom Luiz Gonzaga Fechio, que reflete textos da Sagrada Escritura como o Evangelho de Lucas, capítulo 4, versículos 14-30, onde o evangelista apresenta o programa de Jesus, expondo também o decreto conciliar Presbyterorum Ordinis que trata do ministério e vida dos sacerdotes com a intenção d
Imagem
Em missa presidida por dom Tomé Ferreira da Silva na Catedral de São José, membros da Comunidade Canção Nova celebraram na última sexta-feira, dia 02 de fevereiro, 40 anos de fundação da Comunidade com renovação dos compromissos definitivos e temporários.
Imagem
Dom Tomé celebrou na noite de ontem, Missa no Santuário da Vida em intenção pelos religiosos e religiosas.
Imagem
Fiéis da comunidade de São João Bosco, em Monte Aprazível, celebram o padroeiro.

Confira as últimas postagens do site da Diocese de São José do Rio Preto