segunda-feira, 23 de outubro de 2017

39ª Assembleia das Igrejas do Regional Sul 1

Aconteceu nos dias 20 a 22 de outubro de 2017, a 39ª Assembleia das Igrejas do Regional Sul 1 da CNBB, no CEI - Centro de Espiritualidade Inaciana – Vila Kostka, município de Indaiatuba (SP). A assembleia contou com a presença dos Arcebispos, Bispos , Padres, Religiosos, leigos e leigas, membros das Pastorais, Movimentos, Organismos e Associações que compõem o Regional Sul 1. Da diocese de São José do Rio Preto estavam presentes o Sr. Bispo Diocesano - Dom Tomé Ferreira de Silva, Padre Gerson Carlos Cavalin – Coordenador Diocesano de Pastoral, o casal Luiz Antonio Gomes e Marlene Campos Gomes e José Reinaldo Arado -CLCCM. Dom Airtom José dos Santos, arcebispo de Campinas e Presidente do Regional Sul 1, abriu a assembleia acolhendo a todos. Dom Julio Endi Akamine – SAC, arcebispo de Sorocaba e secretario do regional, fez a apresentação do tema central que foi o LAICATO refletido à Luz dos documentos da CNBB: 105 – Cristãos Leigos e Leigas na Igreja e na Sociedade e 107 – Iniciação à vida cristã: itinerário para formar discípulos e missionários. A dinâmica da assembleia teve como base o encontro, exposições e participação; e como objetivação mais ampla apresentar, aprofundar e debater o tema do Laicato, visando construir pistas e indicações de caminhos para que o regional Sul 1trabalhe no ano de 2018; este será o tema para a Igreja de todo o Brasil para o próximo ano. As conferências foram desenvolvidas pelo Sr. Laudelino Augusto dos Santos Azevedo, assessor da comissão episcopal para o laicato da CNBB, que refletiu a formação dos leigos e leigas para participação na vida social e política como um processo de iniciação à vida cristã, e por Dom José Roberto Fortes Palau, bispo da arquidiocese de São Paulo, que fez uma reflexão sobre a iniciação à vida cristã a partir do texto bíblico que narra o encontro de Jesus com a mulher Samaritana. Logo em seguida, Dom Edmilson Amador Caetano, bispo da diocese de Guarulhos – SP, fez uma síntese das exposições destacando: 1- teologia do laicato, 2 - constatações desafiadoras olhando a índole secular da vocação laical, 3 - necessidades e finalidades da formação do laicato. A assembleia também teve espaço para informes pertinentes à ação da Igreja no regional e momentos riquíssimos de espiritualidade, tendo como ponto alto as celebrações eucarísticas. 
 
Os participantes realizaram trabalhos em grupos, dos quais surgiram manifestações e apontamentos de propostas de ação para o regional em 2018. Em síntese, a assembleia provocou os presentes a uma profunda reflexão à luz dos citados documentos 105-107, sobre a importância e necessidade de no ano do leigo desencadear processos de mobilização e reflexão sobre a identidade leiga, sobre sua dignidade e missão cristã recebida no batismo, ainda sobre o fundamento da vida cristã a partir do anúncio, do encontro ou reencontro kerigmático com a pessoa de Jesus Cristo. Da urgente necessidade, que cada Cristão busque ter profunda espiritualidade, experiência mística, compreensão e responsabilidade da sua especial vocação e missão secular, que iluminado pelo encontro com o Mestre se insira no mundo, testemunhando e colaborando para a construção do reino na realidade familiar, do mundo da politica, do trabalho, da arte, da cultura, da ciência e em especial nos tantos e tantos novos areópagos que hoje são comparados a terríveis feridas na trama do tecido social e das organizações humanas. Aquecidos da presença de Deus em suas vidas, os cristãos são chamados a estar e intervir com a presença e os valores cristãos na realidade da vida dos homens e mulheres que clamam pela presença de Jesus, fonte da água viva, o bom Samaritano, presença amorosa, acolhedora e solidária: Cristo Ressuscitado.

José Reinaldo Arado
Comunidade Leigos Consagrados Comunhão e Missão

Nenhum comentário:

Postar um comentário