Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2017

Dom Tomé visita a paróquia Cristo Rei

Imagem
Dos dias 09 a 13 de agosto, a nossa Paróquia Cristo Rei (Região São Judas) recebeu a visita pastoral do bispo diocesano, D. Tomé F. da Silva. Foram dias de graças e bênçãos em nossas comunidades Paroquiais. Na quarta-feira, 09, D. Tomé visitou três famílias: uma no bairro Cristo Rei, outra no bairro Caic e outra no Romano Calil. As casas visitadas se encheram de alegria por receberem o bispo. Depois, às 18:45h, rezamos o Terço Mariano em lembrança ao Ano Nacional Mariano. Continuamos com a Missa às 19:30h e, terminando o primeiro dia da visita, D. Tomé presidiu o CPP extraordinário de nossa Paróquia. Na quinta-feira, 10, D. Tomé visitou mais três casas nos bairros Cristo Rei, Caic e Romano Calil. O segundo dia findou com uma conversa com a secretária paroquial. Na sexta-feira, 11, as 19:30h, D. Tomé presidiu a Missa em honra a Santa Clara de Assis. No sábado,12, D. Tomé presidiu o Conselho Paroquia de Administração Econômica (CPAE) da Paróquia que aconteceu na Comunidade N. Sra de G

UM TEMPO DE INCERTEZA OU DE INCERTEZAS?

A sociedade brasileira vive momentos dramáticos. Como se não bastassem as questões históricas não resolvidas: reforma agrária, educação, saúde, habitação, meio ambiente, infraestrutura, desigualdade social, vivemos um tempo de desconstrução da credibilidade das instituições e dos homens públicos. Temos a impressão, certamente falsa, que todos criticam todos, todos se arvoram em ser juízes, todos reivindicam direitos, todos são do contra. A julgar pela publicidade veiculada dos fatos, o Brasil se encontra numa bagunça, caos total, à beira do precipício, na mesma direção do mundo, uma “caixa de pandora”. Chega-se a esta conclusão quando se assimila de qualquer modo as informações nem sempre objetivas e repetitivas veiculadas nas mídias, que a cada hora fazem variações dos mesmos fatos, na ausência do novo para veicular. O dinamismo “midiático” exige sempre fatos novos, e na ausência deles, os fatos vão sento relidos indefinidamente como se novos fossem. Tantas incertezas criadas e recri

04 de agosto, dia do padre

Imagem
Celebramos no último dia 04 de agosto a memória litúrgica de São João Maria Vianney, o Cura D’Ars, e neste dia celebramos o dia do Padre. João Maria Vianney nasceu em Dardilly no ano de 1786, enfrentou o difícil período em que a França foi abalada pela Revolução Napoleônica. João Maria era um cristão íntimo de Jesus Cristo e de intensa piedade, tanto assim que, somente graças à vida espiritual é que conseguiu chegar ao sacerdócio, porque não acompanhava intelectualmente as exigências do estudo do latim, filosofia e teologia da época (curiosamente começou a ler e escrever somente com 18 anos de idade). João Maria Vianney, ajudado por um antigo e amigo vigário, conseguiu tornar-se sacerdote e aceitou ser pároco na pequena aldeia “pagã”, chamada Ars, onde o povo era dado aos cabarés, vícios, bebedeiras, bailes, trabalhos aos domingos e blasfêmias; tanto assim que suspirou o Santo: “Neste meio, tenho medo até de me perder”. Dentro da lógica da natureza vem o medo; mas da Graça, a co

Festa do Senhor Bom Jesus dos Castores

Imagem
No último dia 6 de agosto aconteceu a Festa do Senhor Bom Jesus dos Castores. E mais uma vez a festa reuniu milhares de pessoas. Na sua 108ª edição a tradicional peregrinação se torna um momento ímpar na Diocese, pois é um gesto de religiosidade e, principalmente, de fé que envolve cerca de 80 mil pessoas, desde o dia 28 de julho no qual iniciou a novena em preparação para o tão esperado dia, até o dia da Festa da Transfiguração do Senhor. A caminhada de mais 20 quilômetros entre São José do Rio Preto e Santuário Diocesano do Senhor Bom Jesus acontece no entardecer do dia precedente, porém este ano foi antecipada por vários fiéis que desde sexta-feira fizeram-na para cumprir suas promessas ou ir até os pés da imagem do Senhor Bom Jesus dos Castores rogar por uma graça. Antes mesmo dos raios da aurora rasgarem o céu, como disse Dom Tomé em sua homilia, a primeira missa do dia 6, celebrada à meia noite, a Igreja estava repleta de fiéis que vieram de todos os lugares de nossa regiã
Imagem
Nesta semana padre Rivaldo Celson Alves foi apresentado à comunidade da paróquia Santa Izabel, em Uchoa e padre Edvando Marcos Barufe apresentado aos fiéis da paróquia Sagrada Família e Santos Reis da cidade de José Bonifácio. Padre Rivaldo Celson Alves Padre Edvando Marcos Barufe

Confira as últimas postagens do site da Diocese de São José do Rio Preto