segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Abertura Diocesana de Catequese

Represa Municipal. À sombra das árvores, os Catequistas da Diocese de São José do Rio Preto contemplaram e louvaram a Deus por toda a Criação. O Hino da Campanha da Fraternidade, cantado com entusiasmo, chamava a atenção de quem passava pelo local. Acontecia ali a abertura das Atividades Catequéticas em 2017. “Que nós, Catequistas, saibamos assumir a missão a partir daquilo que nos é proposto pelo Evangelho”, indicou a irmã Rosangela Aparecida Fontoura, durante a Oração Inicial.

Logo em seguida, destacando a figura de Maria de Nazaré, as dezenas de voluntários retornaram para a igreja dedicada a Santo Antônio de Lisboa, na Vila Goyos. Durante o trajeto, a imagem de Nossa Senhora Aparecida foi carregada por muitos filhos; todos comprometidos com a vivência do Ano Nacional Mariano. “Maria é a Catequista que intercede por nós junto ao seu Filho”, destacou o Assessor Diocesano da Pastoral Bíblico-Catequética, padre José Eduardo Vitoreti.

FORMAÇÃO
A Campanha da Fraternidade 2017, considerando os Biomas Brasileiros, convida a um novo período de reflexão acerca das questões ambientais e das ameaças à “Casa Comum”. Bastante atual, o tema deverá ser trabalhado com as crianças e adolescentes, de maneira especial, nas Paróquias e Comunidades. “Vocês, Catequistas, são agentes multiplicadores. A Catequese, talvez, seja o ambiente mais adequado e propício para trabalhar essa temática”, destacou o Engenheiro Químico João Adriano Alves, que é membro da Comissão da Campanha da Fraternidade para a Diocese de São José do Rio Preto.

O programa da Abertura Diocesana da Catequese teve a Santa Missa como o seu momento mais destacado. A Eucaristia foi presidida por dom Tomé Ferreira da Silva; que promoveu o envio dos Catequistas.
 
Texto e Fotos: André Botelho

Nenhum comentário:

Postar um comentário