sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Confraternização das Lideranças da Diocese

No contexto do fim de ano, padres, diáconos, seminaristas, religiosos e religiosas, funcionários da Cúria Diocesana, membros dos conselhos diocesanos, membros da Fundação Mater Ecclesiae, reuniram-se na manhã desta sexta-feira, 16, para uma manhã de vivência, oração e confraternização na Basílica Menor de Nossa Senhora Aparecida, em São José do Rio Preto.

O encontro, conduzido pelo bispo diocesano, Dom Tomé Ferreira da Silva, começou às 9h00 com o café da manhã, seguido da oração da Hora Terça. Em seguida, à luz do Ano Nacional Mariano, que a Igreja do Brasil está vivenciando para comemorar em 2017 os 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida no Rio Paraíba do Sul, e do tempo do Advento, que estamos celebrando, o Pe. Douglas Metran, da Comunidade Mar a Dentro de São José do Rio Preto, propôs uma belíssima reflexão sobre Nossa Senhora, seu papel singular no projeto divino da salvação e sua importância na vida da Igreja e também sobre a alegria do Advento, como tempo de espera alegre para a chegada do Senhor no Santo Natal.

Após a reflexão, o Santíssimo Sacramento foi exposto para adoração. Durante este momento, aqueles que desejassem se confessar tiveram a oportunidade de fazê-lo com os padres presentes. Após o tempo reservado de confissão, Dom Tomé deu a bênção do Santíssimo Sacramento e, para finalizar o momento, convidou à entoação do Te Deum, em ação de graças pelo ano que está terminando.
Na parte final do encontro, os Padres Jarbas, Natal e Leonildo foram convidados a tomar a palavra. Pe. Jarbas falou do primeiro plano diocesano de pastoral elaborado e lançado na gestão de Dom Orani João Tempesta; Pe. Natal agradeceu pelo tempo em que esteve à frente da coordenação de pastoral da diocese e o Pe. Leonildo, nomeado novo coordenador, agradeceu a nomeação, dispondo-se a colaborar o máximo possível, por meio da nova função, com a caminhada da Igreja diocesana. Dom Tomé, então, falou do 7º Plano Diocesano de Pastoral, que guiará as atividades pastorais da diocese pelos próximos três anos.

O Frei Francisco, superior geral do Lar São Francisco de Assis na Providência de Deus aproveitou a ocasião para falar da missão da fraternidade na Amazônia e do grande desafio traçado e já começado: a construção do Barco-Hospital Papa Francisco que irá oferecer atendimento de saúde gratuito para a população que vive às margens dos rios do Amazonas. Uma maquete da obra foi apresentada e abençoada por Dom Tomé que, depois, comunicou uma doação de R$ 20.000,00 para o projeto de construção de uma maternidade no Haiti, a ser mantida por religiosos da fraternidade. O bispo aproveitou, ainda, para fazer outras doações: R$ 10.000,00 para a continuação das obras de finalização da Capela Nossa Senhora Aparecida, pertencente à Paróquia Santa Luzia, em Mirassol; R$ 6.500,00 para o término das obras da Capela Beata Assunta Marchetti, pertencente à Paróquia Santa Rita de Cássia, também em Mirassol e R$ 10.000,00 para a continuação das obras de construção da Capela São Paulo Apóstolo, da Paróquia Santo Expedito, em São José do Rio Preto.

Por fim, foi dada a bênção final e todos puderam participar de um almoço de confraternização que foi servido no salão de festas da basílica.

Aos padres presentes, foi distribuído a edição de dezembro do Jornal Diocese Hoje, o calendário diocesano de 2017, o livreto do 7º Plano Diocesano de Pastoral e um livreto com o contato dos padres, religiosos e religiosas da diocese.

Paulo Castro
Seminário Sagrado Coração de Jesus

Nenhum comentário:

Postar um comentário