sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Seman de Atualização Teolófica em Agudos

 Dos dias 19 a 22 de setembro, no Seminário Santo Antônio, em Agudos, cerca de 90 padres da diocese, juntamente com Dom Tomé, estiveram reunidos para atualização teológica, refletindo durante esses dias temas pertinentes e importantes para vida e missão do presbitério: dimensão humano-afetiva do sacerdote e o processo de iniciação cristã.

Padre Rubens Pedro, que já conhecíamos por ter sido o palestrante de uma de nossas formações, assessorou os dois primeiros dias de curso e desenvolveu temas como a sistematização de doenças (as Neuroses, a Perversão e as Psicoses), nos orientando como fazer encaminhamentos devidos; as funções do Ego, importantes para um autoconhecimento apurado; e ainda refletiu sobre o esgotamento na vida sacerdotal dando orientações sobre a Síndrome de Born out, manifestada em pessoas que cuidam de outras pessoas. O padre Rubens, que é psicólogo, esclareceu muitas dúvidas e colaborou muito em seus apontamentos.

Padre Danilo César de Lima Santos fez a exposição do tema “Iniciação Cristã, Mistagogia e Querigma” na quarta-feira durante o dia e quinta-feira pela manhã. De maneira clara e reflexiva, explicou o processo do catecumenato primitivo e a inspiração catecumenal proposta para os dias de hoje, partilhando diversas experiências mistagógicas do primeiro século. Trabalhando o processo de iniciação cristã, orientou sobre o caráter antropológico da iniciação, a importância do anúncio da pessoa de Jesus Cristo (querigma), as etapas do processo e seu caráter performativo, e os tempos, as grandes celebrações envolvendo a comunidade, tudo para a formação do discípulo-missionário. Orientou quanto ao Tempo da mistagogia e também da metodologia da iniciação, colaborando inclusive com exemplos práticos e com orientações para o uso do Ritual de Iniciação Cristã com Adultos. Formação de grande importância nesse tempo em que iniciar para uma fé madura e comprometida se faz urgência.

Somado as reflexões, celebramos diariamente a Santa Missa e as orações em comunhão com toda Igreja, como também tivemos oportunos momentos de confraternização e interação entre o grupo. Valiosa oportunidade de pararmos nossas atividades e dedicarmos alguns dias para formação teológico-pastoral.


Pe. Roberto Bocalete – Paróquia São João Batista | Américo de Campos 

Nenhum comentário:

Postar um comentário