segunda-feira, 19 de outubro de 2015

37ª Assembleia das Igrejas Particulares do Regional Sul 1

Entre os dias 16 a 18 de Outubro aconteceu, com a presença de mais de duzentas e quarenta pessoas de todo o estado de São Paulo a 37ª Assembleia das Igrejas Particulares do Regional Sul 1 (São Paulo) da CNBB.

Reunidos no CEI – Centro de Espiritualidade Inaciana, Vila Kostka, Itaici, Indaiatuba, SP, estiveram arcebispos, bispos, padres, religiosas e muitos dos leigos delegados que têm a missão de articular e animar as diversas iniciativas missionárias nas arquidioceses e dioceses do estado. De nossa diocese estiveram presentes D. Tomé Ferreira da Silva, Ir. Rosangela, secretária de pastoral, Pe. Natal, coordenador diocesano de pastoral e os leigos Jocelito Hebert Garcia, Clea Domitilde Soares Rodrigues, Coordenadora diocesana da pastoral da Saúde.

Durante os três dias de assembleia, houve estudo de textos, exposições, reflexões e partilha em torno do tema “Misericórdia e Missão”.

A assembleia se inseriu nos recentes documentos do magistério da Igreja, como a Carta Encíclica Laudato Si’ Sobre o Cuidado da Casa Comum, a Bula de Proclamação do Jubileu Extraordinário da Misericórdia Misericordiae Vultus e as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE 2015-2019), Dom Nelson Westrupp, bispo emérito de Santo André, SP, fez uma apresentação envolvendo todos esses temas.

D. Nelson recordou que a Bula consta de 25 partes. Nas primeiras, o Pontífice recorda que segundo a luz de Jesus, a misericórdia não é algo abstrato, quanto um rosto para reconhecer, contemplar e servir. A Bula se desenvolverá em clave trinitária (conf. nº. 6-9) e se aprofunda na descrição da Igreja como sinal visível e crível da Misericórdia divina. “A misericórdia é a viga mestra que sustenta a vida da Igreja”, afirma o Papa. Ele citou o apelo do Papa Francisco, na Encíclica Laudato Si’, “O urgente desafio de proteger a nossa casa comum inclui a preocupação de unir toda a família humana na busca de um desenvolvimento sustentável e integral, pois sabemos que as coisas podem mudar. O Criador não nos abandona, nunca recua no seu projeto de amor, nem Se arrepende de nos ter criado. A humanidade possui ainda a capacidade de colaborar na construção da nossa casa comum”. (Laudato Si’ nº. 13).

A assembleia contou com momento de partilha em grupo de como colocar em prática a misericórdia, missão e o cuidado com a casa comum. Também momento de plenário dos grupos, palavra livre, e, diante da síntese das propostas apresentadas pelos grupos, reuniu-se por diocese para escolher as prioridades de ação evangelizadora para toda a igreja particular.


Colaboração: Pe. Natalício Santos


Nenhum comentário:

Postar um comentário