segunda-feira, 29 de junho de 2015

Eleição do Instituto Comboniano de São Judas Tadeu


O Instituto Comboniano de São Judas Tadeu celebrou no sábado, 27 de junho, a eleição de sua nova Diretoria. Os voluntários, nominados na única chapa inscrita, terão a responsabilidade de gerir a Entidade até 2018; cumprindo mandato de três anos.

Observando as indicações do Estatuto; depois de ter cumprido as etapas de publicação do edital, de comunicação dos “sócios” e do registro do grupo concorrente, a Assembleia foi instalada pelo presidente da atual gestão, padre Luiz Donizeti Caputo. O líder, na primeira etapa, dirigiu oração inicial. Considerando as presenças da maioria dos associados, a Assembleia pode ser aberta às duas da tarde. Paroquianos do Santuário São Judas Tadeu e funcionários do Serviço Social acompanharam as deliberações.

Balanço
Em breve exposição sobre os desafios enfrentados ao longo dos últimos anos, padre Luiz Caputo agradeceu os diretores, membros do Conselho Fiscal e suplentes por todo empenho em prol da eficiência na gestão da Entidade. O presbítero destacou o testemunho do ex-aluno Claudemir Fioramonte, que na condição de vice presidente, esteve no São Judas – todos os dias – visitando os setores administrativo e de comunicação; oferecendo apoio à efetivação das ações e incentivo aos funcionários.

Ainda durante a etapa de deliberações, o padre Luiz Caputo relembrou uma grande conquista: a aquisição do antigo Seminário Comboniano (hoje Centro de Formação Profissional e Catequético Padre Enrico Galimberti). A ação, que se deu a partir da negociação de área ociosa existente na sede da Entidade, favoreceu – entre importância à vista (aplicada na compra do prédio) e outras benfeitorias no São Judas (instalação de nova caixa d’agua e de modernização do sistema de recepção de energia elétrica, em destaque) – a incorporação de apartamentos ao patrimônio do Instituto. Alguns desses, ao longo dos próximos meses, e conforme necessidade, serão vendidos para que o montante arrecadado possa ser aplicado no início da reforma do antigo Seminário. A ação foi aprovada pela Assembleia. “Não conseguiremos realizar tudo o que é necessário, mas teremos condições de refazer a parte elétrica e hidráulica”, explicou o padre Luiz.

Nova Diretoria
Seguindo as diretrizes do Estatuto, o presidente passou a palavra ao secretário Joaquim Marçal da Costa. O voluntário fez a apresentação da chapa inscrita; nominando os cargos. Segundo a sua coordenação foi feita – também – a consulta sobre a modalidade de votação; tendo optado a maioria dos “votantes” pela aclamação.

Por unanimidade, o padre Luiz Caputo foi reconduzido ao posto de presidente do Instituto Comboniano de São Judas Tadeu. O padre José Cândido, de Uchoa, assumirá a vice presidência (confira os cargos na sequência).

Gratidão
Tendo, desde o início, acompanhado a Assembleia do Instituto Comboniano, o bispo de São José do Rio Preto, dom Tomé Ferreira da Silva, alertou sobre os desafios a serem enfrentados pelas Entidades. Destacando que o São Judas é “uma expressão da caridade” para toda a Diocese, dom Tomé agradeceu o trabalho da última Diretoria e desejou êxito para aquela que foi eleita. “A gratidão muito especial ao padre Caputo que consegue, magistralmente, guiar a Paróquia, a Obra Social e outros trabalhos da Igreja”, disse o epíscopo. Antes de encerrar o encontro, do Tomé fez uma última recomendação. “É empenhativo o trabalho que vocês vão realizar. Que a Obra Social apresente Jesus Cristo, o nosso maior tesouro, às crianças e adolescentes”, encorajou o bispo.

                A posse, que é automática (dispensando solenidade para tal fim), se dará em 11 de julho de 2015. A Assembleia Geral do Instituto Comboniano de São Judas Tadeu foi encerrada com café preparado por lideranças da Comunidade Paroquial.

Colaboração: André Botelho





Nenhum comentário:

Postar um comentário