Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2015

Eleição do Instituto Comboniano de São Judas Tadeu

Imagem
O Instituto Comboniano de São Judas Tadeu celebrou no sábado, 27 de junho, a eleição de sua nova Diretoria. Os voluntários, nominados na única chapa inscrita, terão a responsabilidade de gerir a Entidade até 2018; cumprindo mandato de três anos. Observando as indicações do Estatuto; depois de ter cumprido as etapas de publicação do edital, de comunicação dos “sócios” e do registro do grupo concorrente, a Assembleia foi instalada pelo presidente da atual gestão, padre Luiz Donizeti Caputo. O líder, na primeira etapa, dirigiu oração inicial. Considerando as presenças da maioria dos associados, a Assembleia pode ser aberta às duas da tarde. Paroquianos do Santuário São Judas Tadeu e funcionários do Serviço Social acompanharam as deliberações. Balanço Em breve exposição sobre os desafios enfrentados ao longo dos últimos anos, padre Luiz Caputo agradeceu os diretores, membros do Conselho Fiscal e suplentes por todo empenho em prol da eficiência na gestão da Entidade. O presbítero de
Imagem
Na manhã de 16 de junho, no Seminário Maior Sagrado Coração de Jesus, em São José do Rio Preto, reuniram-se os padres que acolhem os seminaristas para o trabalho pastoral aos sábados e domingos. Estes padres são formadores, pois contribuem, juntamente com suas respectivas paróquias, para que os seminaristas sejam paulatinamente integrados à vida pastoral da Igreja, nos mais diversos segmentos: pastorais, movimentos, associações religiosas, novas comunidades, administração paroquial e conselho pastoral. O primeiro momento foi dedicado à oração. Em seguida, cada sacerdote teve a oportunidade de falar da presença e do trabalho dos seminaristas na paróquia confiada aos seus cuidados. A avaliação geral é bastante positiva e promissora. Os seminaristas não só contribuem, mas são ajudados, e muito, pela convivência com os sacerdotes e com a comunidade paroquial. O Padre Leonel Brabo, reitor do Seminário Maior, em nome dos Padres formadores que residem nos seminários, agradeceu a disp

Monsenhor Ângelo Angioni

Imagem
No dia 29 de maio, sexta-feira, chegaram  de Roma dois enviados pela Sagrada Congregação das Causas dos Santos. A cidade de José Bonifácio viveu um momento histórico que se estendeu até o dia 07 de junho.  Drº Paulo Vilotta e Padre Paolo Lombardo, enviados de Roma, vieram a José Boinifácio para realizarem a exumação dos restos mortais do Servo de Deus Ângelo Angioni. Monsenhor Ângelo Angioni foi um sacerdote italiano que viveu no Brasil na cidade de José Bonifácio por quase sessenta anos. Sacerdote humilde e grande devoto de Nossa Senhora fundou, para o serviço da Igreja, o Instituto Missionário Coração Imaculado de Maria que é composto pela comunidade Sacerdotal, pela comunidade das irmãs auxiliares dos sacerdotes, as irmãs contemplativas e educadoras, também pelos leigos consagrados. Foi o fundador de escolas paroquiais, gráficas, oficinas e marcenarias que, durante muitos anos, profissionalizou incontáveis jovens que por ali passaram. O carisma, a humildad

Confira as últimas postagens do site da Diocese de São José do Rio Preto