segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Caminho aberto para o início do processo de beatificação do Padre Angelo Angioni

Em fevereiro de 2014, o Instituto Missionário Imaculado Coração de Maria, através da Diocese de São José do Rio Preto, SP, solicitou à Congregação para a Causa dos SFoto da CApa Monsenhorantos, na Santa Sé, em Roma, Itália, a “autorização” para iniciar  processo canônico para a beatificação e canonização do Padre Angelo Angioni, sacerdote de origem italiana, mas que viveu no Brasil, nesta Diocese, em José Bonifácio, grande parte de sua vida sacerdotal.

No final de janeiro de 2015, a Diocese de São José do Rio Preto recebe correspondência da Congregação para a Causa dos Santos, assinada pelo Cardeal Angelo Amato, SDB, prefeito da referida congregação, e pelo Arcebispo Marcelo Bartolucci, secretário da mesma congregação, comunicando que não há nenhum obstáculo para o início do processo para a beatificação e canonização do Servo de Deus Padre Angelo Angioni.

Quando a Congregação para a Causa dos Santos recebe o pedido para a abertura do Processo de Beatificação e Canonização de uma pessoa, o primeiro passo é realizar uma investigação nos arquivos das diversas congregações e organismos da Santa Sé para averiguar se não há alguma informação registrada que pudesse ser um obstáculo para o início do referido processo. Este procedimento foi  realizado no ano passado, 2014, mediante o pedido que realizamos para o Padre Angelo Angioni.

A Diocese de São José do Rio Preto associa-se à alegria e esperança dos membros do Instituto Missionário Imaculado Coração de Maria com este primeiro passo finalizado. Há um longo caminho a ser percorrido. Agora é hora de tomar as providências necessárias e dar o passo seguinte para a continuidade do Processo de Beatificação e Canonização do Padre Angelo Angioni, recolhendo todas as informações existentes sobre a sua vida e ação pastoral como sacerdote.

+ Tomé Ferreira da Silva

Bispo Diocesano de São José do Rio Preto/SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário