quinta-feira, 31 de outubro de 2013

“CREIO NA RESSURREIÇÃO DA CARNE.”

O que nos ensina o Catecismo da Igreja Católica Apostólica Romana (CIC) sobre a ressurreição dos mortos?

A expressão “carne” é usada para identificar a pessoa humana na sua situação “mundana” e histórica de fragilidade e mortalidade.  Ao afirmar a ‘ressurreição da carne’, a Igreja Católica Apostólica Romana compreende que “após a morte, não haverá somente a vida da alma imortal, mas que também nossos ‘corpos mortais’ (Rm 8,11) readquirirão vida” (CIC 990).

Crer na ressurreição dos mortos é elemento constitutivo da fé cristã. “Como podem alguns dentre vós dizer que não há ressurreição dos mortos? Se não há ressurreição dos mortos, então Cristo não ressuscitou. E se Cristo não ressuscitou, a nossa pregação é sem fundamento, e sem fundamento também é a vossa fé. Mas, na realidade, Cristo ressuscitou dos mortos como primícias dos que morreram” (1 Cor 15, 12-14.20).

O que é ressuscitar? “ Na morte, que é separação da alma e do corpo, o corpo da pessoa humana cai na corrupção, ao passo que a sua alma vai ao encontro de Deus, ficando à espera de ser novamente unida a seu corpo glorificado. Deus, em sua onipotência, restituirá definitivamente a vida incorruptível a nossos corpos, unindo-os às nossas almas, pela virtude da ressurreição de Jesus” (CIC 997).

Quem ressuscitará? Todas as pessoas que morreram: “Aqueles que fizeram o bem ressuscitarão para a vida; e aqueles que praticaram o mal ressuscitarão para a condenação”( Jo 5, 29).

De que modo ressuscitaremos?  O “como” só pode ser “pensado” à luz da fé. Ressuscitaremos como Jesus Cristo, que ressuscitou com seu próprio corpo (cf Lc 24,39). “Ele, porém, não voltou à vida terrestre. Da mesma forma, nele ‘todos ressuscitarão com seu próprio corpo, que têm agora’; porém, este corpo será ‘transfigurado em corpo de glória’, em ‘corpo espiritual’”(1 Cor 15,44; cf 1 Cor 15, 35-37.42.52-53).

Quando ressuscitaremos? A ressurreição dos mortos está associada à parusia, isto è, à manifestação gloriosa de Jesus Cristo no fim dos tempos. Por isso, ressuscitaremos no fim do mundo, no último dia ( cf Jo 6, 39-40.44-54 ). “Quando for dado o sinal, à voz do arcanjo e ao som da trombeta de Deus, o mesmo Senhor descerá do céu e os que morreram em Cristo ressurgirão primeiro. Depois nós, os vivos, os que estamos ainda na terra (...)” ( 1 Ts4, 16-18 ).


+ Tomé Ferreira da Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário