quinta-feira, 23 de maio de 2013

O SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS E O IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA.

Antigamente nas famílias, em uma das paredes da casa, ocupava lugar de destaque o quadro com as estampas do Sagrado Coração de Jesus e do Imaculado Coração de Maria. Existe ainda hoje um rito com orações próprias para fazer nos lares a entronização destas imagens. Nas nossas igrejas, a estátua do Sagrado Coração de Jesus sempre ocupou lugar de destaque, talvez resultado do trabalho dos Jesuítas com o Apostolado da Oração.

A contemplação do Sagrado Coração de Jesus é fonte de riqueza espiritual inesgotável para a vida de fé. O Mistério de Nosso Senhor Jesus Cristo Crucificado, com o coração ferido pela lança, de onde jorra sangue e água, é viva expressão do infinito e indizível amor de Deus pela pessoa humana. O coração de Deus, em Cristo, doa a plenitude de si, sem reserva, para que o pecador arrependido experimente a salvação que lhe é oferecida e que tem na cruz a sua fonte.

Confiar na misericórdia de Deus, que podemos beber no Sagrado Coração de Jesus, não é razão para permanecer pecando ou adiar indefinidamente a conversão. Na atualidade, há uma dificuldade da pessoa humana em reconhecer-se pecadora, por causa da diluição na compreensão do pecado e por uma extremada confiança da pessoa humana em si mesma, que se propõe como criadora e referencial de valores.

No mundo e na história, a pessoa humana é “naturalmente” pecadora e nasce imersa num contexto de pecado. Se por um lado as propostas que nos são oferecidas nem sempre são boas e condizentes com a Vontade de Deus, por outro, o exercício de nossa liberdade, ofuscada pelas consequências do pecado das origens, não está imune a escolhas inadequadas. O Apóstolo São Paulo tem razão ao afirmar que não faço o bem que quero e acabo fazendo o mal que não quero.

Reconhecer-se pecador, responder propositivamente à graça da conversão, buscar e acolher o perdão de Deus, não denigre e não degrada a pessoa humana, ao contrário, nos permite uma exata compreensão de nossa natureza e condição. É a partir da consciência de si como pecador e necessitado de perdão que damos o primeiro passo de volta ao encontro de Deus, um processo que se realiza sob o influxo da graça. Afirmou o Papa Francisco que Deus não se cansa de perdoar, mas a pessoa humana se cansa de pedir perdão. Pedir perdão pressupõe a consciência de ser pecador e dos pecados, o arrependimento e o desejo de fazer a Vontade de Deus.

O Coração de Nossa Senhora é Imaculado. Em sua vida não encontramos nenhuma experiência de pecado, pois dele ela foi preservada desde a sua concepção, em virtude dos méritos de Nosso Senhor Jesus Cristo, por antecipação. O Coração de Maria é o que é, imaculado, por causa do coração de seu filho, Nosso Senhor Jesus Cristo. As flores que florescem no Coração de Maria são frutos do Coração ferido do Divino Salvador.

No dia sete de junho celebramos a solenidade do Sagrado Coração de Jesus, também o dia de oração pela santificação do clero, intenção sempre lembrada a cada primeira sexta feira do mês, pelo Apostolado da Oração, juntamente  com as suplicas pela conversão dos pecadores e a paz no mundo. Numa atividade organizada pela Pastoral Presbiteral, através do Padre Júlio, os padres da Diocese de São José do Rio Preto farão neste dia uma manhã de oração, na Paróquia Sagrado Coração de Jesus, na Zona Norte, uma bela igreja em construção que precisa de sua ajuda, sendo acolhidos pelo Padre Leonildo.

A memória litúrgica do Imaculado Coração de Maria, padroeiro da nossa Diocese de São José do Rio Preto, é celebrada no sábado oito de junho, devendo ser recordada em todas as igrejas, capelas e oratórios da Diocese. Nas paróquias e capelas públicas, durante a missa neste dia, façam-se preces pelo Povo de Deus presente nesta Igreja Particular, sobretudo pelos que sofrem no corpo e na alma. Pela intercessão de Nossa Senhora, peçamos vocações sacerdotais, religiosas e missionárias. Recomendemos a ela o nosso Plano de Pastoral em elaboração. Supliquemos que ela acompanhe nossos jovens na Semana Missionária e na Jornada Mundial da Juventude no mês de julho.

Nos dias sete, oito e nove de junho destaquemos nas nossas igrejas as imagens do Sagrado Coração de Jesus e do Imaculado Coração de Maria. Podemos e devemos cantar com o povo o belo hino da padroeira da nossa Diocese. É muito bom cultivarmos pessoalmente e estimularmos os fiéis à devoção ao Imaculado Coração de Maria. Seria bom retomar nas paróquias a missa matutina do primeiro sábado de cada mês, sempre na memória da Virgem Maria, invocando o seu Imaculado Coração.

O Santo Padre o Papa Francisco convida e exorta todas as dioceses e paróquias a se unirem a ele, no mesmo horário, em uma adoração ao Santíssimo Sacramento no dia 02 de junho, dentro da perspectiva do ano da fé. No Brasil seria próximo ao meio dia. Onde for possível, promovamos com os fiéis esta hora de adoração com exposição do Santíssimo Sacramento, no referido dia e horário possível. Na Catedral de São José do Rio Preto será realizada ato contínuo à missa das dez horas.


+ Tomé Ferreira da Silva
Bispo Diocesano de São José do Rio Preto.

Um comentário:

  1. pode me inf0ormar onde posso encontrar a imagem do Sagrado coração de jesus e maria?
    email: mendoncarep26@gmail.com.br.

    Obrigada,
    Lindomar - Brasilia - DF

    ResponderExcluir