Postagens

Mostrando postagens de Março, 2013

MISSA DO CRISMA: SOMOS CONSAGRADOS, UM POVO SACERDOTAL

INTRODUÇÃO: Que bom e belo este encontro de filhos e irmãos, filiação divina e fraternidade eclesial, na Catedral da Diocese de São José do Rio Preto. Somos fiéis, leigos, religiosas, consagrados, diáconos, sacerdotes e bispo, vindos dos cinquenta municípios e noventa e oito paróquias desta Diocese, referência eclesial e social nas terras do noroeste do estado de São Paulo. Bem vindos! Obrigado! SEGUNDA LEITURA: JESUS CRISTO FEZ DE NÓS UM REINO DE SACERDOTES PARA DEUS, SEU E NOSSO PAI. Estonteante o texto do livro do Apocalipse que ouvimos, com magnífica apresentação dos mistérios de Nosso Senhor Jesus Cristo e de nossa vida de cristãos, seus amigos. Nosso Senhor Jesus Cristo é apresentado como: a Testemunha fiel, o Primogênito dos mortos, o Príncipe dos reis da terra, aquele que ama e lava nossos pecados com seu sangue, que faz de nós um reino de sacerdotes para Deus, o detentor da glória e do domínio pelos séculos dos séculos, aquele que virá com as nuvens e será visto por

Missa Santos Óleos na Catedral de São José do Rio Preto em 27/03/2013

Imagem

Missa de Domingo de Ramos na Catedral de São José do Rio Preto

Imagem

Missa na Paróquia São João Batista - Nhandeara/SP

Imagem

CONSIDERAÇÕES SOBRE A NOTA DO CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA A RESPEITO DO ABORTO

Imagem
Causou surpresa à sociedade brasileira a decisão tomada pelo Conselho Federal de Medicina, durante o I Encontro Nacional dos Conselhos de Medicina, favorável à interrupção da gravidez até a 12ª semana, como prevê a proposta do novo Código Penal, em discussão no Senado Federal. As imediatas reações contrárias a esse posicionamento demonstram a preocupação dos que defendem a vida humana desde sua concepção até a morte natural. Merece, por isso, algumas considerações. O drama vivido pela mulher por causa de uma gravidez indesejada ou por circunstâncias que lhe dificultam sustentar a gravidez pode levá-la ao desespero e à dolorosa decisão de abortar. No entanto, é um equívoco pensar que o aborto seja a solução. Nossa civilização foi construída apostando não na morte, mas na vitória sobre a morte. Por isso a Igreja criou hospitais, leprosários, casas para acolher deficientes físicos e psíquicos. Recorde-se, em época recente, a figura das Bem-aventuradas Madre Teresa de Calcutá e Irmã

UM DOMINGO VERMELHO.

Imagem
No dia vinte e quatro de março celebramos o Domingo de Ramos e da Paixão do Senhor, o início da Semana Santa deste ano de 2013. Semana Santa é Semana Santa, não é feriado prolongado. Nós Católicos Apostólicos Romanos, onde quer que estejamos, somos convocados a celebrar o mistério central da nossa fé: a Paixão, Morte e Ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo. Na “Semana Maior”, não podemos e não devemos faltar às seguintes celebrações: Missa e Procissão no Domingo de Ramos;  Missa, trasladação e adoração ao Santíssimo Sacramento na Quinta Feira Santa; Ação Litúrgica na Sexta Feira Santa, com Leitura da Paixão, Adoração da Cruz e Comunhão Eucarística; Vigília Pascal na noite de Sábado Santo; Missa e Procissão no Domingo de Páscoa. Seria bom não esquecer de fazer uma boa confissão, acolher o perdão de Deus através do sacramento da penitência. Nas cidades que são sedes de dioceses, temos a Missa do Crisma.  Em São José do Rio Preto, será na Catedral, às vinte horas, na noite de

19/03/2013 - Missa Missa do dia de São José na cidade de Adolfo/SP

Imagem

18/03/2013 Missa na Capela São José em Junqueira

Imagem

17/03/2013 Missa na Paróquia Santa Luzia na cidade de Mirassol/SP

Imagem

A CENTRALIDADE DE JESUS CRISTO NA VIDA DOS FIÉIS CONSAGRADOS E ORDENADOS, CHAMADOS À RESSURREIÇÃO.

Manhã de espiritualidade, na quaresma, com os sacerdotes, diáconos e religiosas na Diocese de São José do Rio Preto, em 21 de Março de 2013 INTRODUÇÃO: Vejo como sinal profético o singelo gesto de nos dirigirmos à Catedral da Diocese, em plena manhã de quinta feira da Semana das Dores de Nossa Senhora. Uma manhã de espiritualidade na quaresma, interrompendo os afazeres, por mais importantes que sejam, quando já divisamos no horizonte a proximidade do Tríduo Pascal. São bem-vindos a esta Igreja,  mãe das igrejas da diocese. Nossa manhã de oração, é uma resposta à proposta da oração que recebemos de Nosso Senhor Jesus Cristo na quarta feira de cinzas, amparada pela caridade e pelo jejum. Hoje  rezamos juntos: consagrados, diáconos, padres e bispo, bela expressão da comunhão eclesial. Na vida religiosa, diaconal, sacerdotal e episcopal nenhuma tarefa é tão ou mais importante que o tempo bom e justo dedicado à oração. Rezar com a Igreja e pela Igreja, não é uma possibilidade para

Dia do Padroeiro da Cidade — Fotos da Missa na Catedral de São José do Rio Preto em 19/03/2013

Imagem

SÃO JOSÉ, SERVO BOM, FIEL E PRUDENTE.

(Homilia da Solenidade de São José, na Catedral de São José do Rio Preto, SP, em 19 de marços de 2013.) INTRODUÇÃO: Alegres com o Pontificado do Papa Francisco, iniciado há sete dias, em 13 de março, nos encontramos na Catedral,  nesta promissora cidade de São José do Rio Preto, celebrando a Solenidade de São José, esposo da Bem-Aventurada Virgem Maria e pai adotivo de Nosso Senhor Jesus Cristo. Nossa oração é de gratidão a Deus pela pessoa de São José na vida e missão da Igreja; agradecemos a Deus a contínua proteção concedida a nossa cidade pela intercessão de nosso padroeiro, ao longo dos seus cento e sessenta e um anos. Deus seja louvado! UMA PROMESSA A DAVI A promessa de Deus a Davi, que ouvimos na primeira leitura do Segundo Livro de Samuel, realiza-se sem dúvida, imediatamente, em Salomão. É também uma profecia que descortina o horizonte da salvação e aponta para Nosso Senhor Jesus Cristo, pois n’Ele Deus estabelece morada entre nós; n’Ele Deus se revela Pai e nos faz f

Carta ao Papa Francisco

Imagem

SÃO JOSÉ, ROGAI POR NÓS!

Imagem
No dia dezenove de março, terça feira, a Igreja Católica Apostólica Romana celebra a solenidade de São José, esposo da Bem-Aventurada Virgem Maria e “pai adotivo” de Nosso Senhor Jesus Cristo, pois foi escolhido por Deus para cuidar da vida terrena do Divino Salvador durante sua infância, adolescência e juventude. Ele é o padroeiro da cidade de São José do Rio Preto, uma jovem cidade de cento e sessenta e um anos. Contemplar a pessoa de São José é fonte de uma série de reflexões úteis para a vida cristã, mas também para a sociedade contemporânea. São José é membro da Sagrada Família, onde é o último, contrariando a tradição da família patriarcal vétero-testamentária: primeiro, o Filho, Jesus Cristo, o protagonista ; depois, a mãe, a Virgem Maria, a serva do Senhor. Diante de uma pluralidade de tipos familiares, hoje mais acentuado que no passado, lembrar a pessoa de São José como membro da Sagrada Família é um exemplo profético. A presença do pai na constituição da família é um d

Missa na Capela São Benedito em 09/03/2013 - Lourdes/SP

Imagem

Missa na Paróquia São Pedro em 07/03/2013 - Ubarana/SP

Imagem

Missa na Capela Nsa. Aparecida em 03/03/2013 - União Paulista/SP

Imagem

UM JOVEM AO PÉ DA CRUZ

Imagem
“Jesus, ao ver sua mãe e, ao lado dela, o discípulo que ele amava, disse à sua mãe: ‘Mulher, eis o teu filho!’ Depois disse ao discípulo: ‘Eis a tua mãe’! A partir daquela hora, o discípulo a acolheu no que era seu”(Jo 19, 26-27). Entre os numerosos discípulos, Nosso Senhor Jesus Cristo escolheu doze apóstolos para que o acompanhassem mais proximamente, com os quais condividiu de modo singular a sua vida e a sua missão. Pedro recebeu o “poder das chaves” (cf Mt 16, 18-20), foi feito a referência para o grupo, mesmo tendo negado, na hora do julgamento, pertencer ao grupo do Divino Salvador (cf Mt 26, 69-75). Tiago, participou da transfiguração (cf Mt 17,1), mas dormiu como os outros, quando devia vigiar com o Mestre na hora da agonia(cf Mt 26,37). André, irmão de Pedro, identificou o menino que tinha consigo os cinco pães de cevada e os dois peixes que deram origem à fartura da multiplicação dos pães (cf Jo 6,9). Judas Iscariotes, não o Tadeu, foi o baluarte da traição (cf Jo 18, 1

Dia Internacional da Mulher - Missa Diocesana e Profissão de Fé na Sé Catedral dia 8 de Março às 19h30 - Sexta-Feira

Imagem

Carta Aberta à toda Diocese de São José do Rio Preto / SP

São José do Rio Preto, 02 de março de 2013. Senhores Padres, Religiosas e Consagrados, Fiéis Leigos. Graça e paz! Estamos na terceira semana da Quaresma. O evangelho deste domingo é um incisivo apelo à conversão, mostrando-nos a paciência de Deus, que aguarda a decisão de nossa liberdade. Não há gesto mais livre do que nossa opção por voltar a caminhar com Deus, na Igreja,  movidos pelo Espírito Santo, salvos por Nosso Senhor Jesus Cristo. Deus seja louvado! Vivemos a singularidade da Sede Vacante em Roma. Estamos sem Papa! Inicia-se o processo para a abertura e realização do Conclave. Agradeçamos a Deus a vida e o ministério do Papa Emérito Bento XVI. Que Deus lhe conceda a graça que mais deseja o seu coração neste momento, ser apenas um peregrino a viver a última etapa de sua romaria nesta terra. Rezemos pela Igreja, espalhada por todo o mundo, sobretudo pelos fiéis que vivem em países e ambientes hostis à fé cristã e ao catolicismo romano. Não

Confira as últimas postagens do site da Diocese de São José do Rio Preto