sexta-feira, 22 de junho de 2012

Rio +20 e Eu


A cidade do Rio de Janeiro acolheu nestes dias a Conferência Rio + 20, reunindo governantes de todo o mundo, mas também organizações nacionais e internacionais não governamentais que se preocupam com a vida no planeta terra.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, CNBB, realizou durante a quaresma de 2011 a Campanha da Fraternidade com o tema “Fraternidade e a Vida no Planeta”, e com o lema “A criação geme em dores de parto”(Rm 8,22).

A saúde do planeta terra não é responsabilidade exclusiva dos governantes, das empresas e dos ativistas ecológicos. “A consciência de que cada um de nós é parte do problema, deve se reverter na convicção de que cada um pode pessoalmente dar o seu contributo para a diminuição das emissões de gases de efeito estufa”.

A Campanha da Fraternidade do ano passado nos deixou 20 sugestões para a nossa conversão pessoal na relação com a vida no planeta. Algumas são impraticáveis, outras um pouco românticas, mas vale a pena tomar conhecimento e usá-las como instrumento para verificar como está a nossa contribuição pessoal para a vida na terra.

  1. “Faça de conta que as sacolas plásticas não existem: use bolsas e sacolas de algodão para carregar compras.”
  2. “Consuma produtos locais: o transporte de produtos que vêm de longe consome petróleo e aumenta o efeito estufa.”
  3. Diminua a temperatura de geladeiras, ar condicionados e estufas no inverno e aumente no verão: assim, você vive melhor e polui menos.”
  4. Use melhor os eletrodomésticos: desligue o computador e a televisão quando não são utilizados. O modo stand by consome energia e, portanto, polui.”
  5. Pegue sol. Como? Com painéis solares, para aquecer água ou produzir energia elétrica.”
  6. “Se puder, troque de carro; prefira os movidos a gás ou etanol. E, principalmente, use-os o menos possível.”
  7. “Fique com os pés no chão: os aviões provocam 10% do efeito estufa mundial.”
  8. Coma frutas e verduras, se orgânicas, melhor: carne de ovinos e bovinos são responsáveis por 18% das emissões mundiais de gás carbônico, além de favorecer o desmatamento devido à sua exploração intensiva.”
  9. “Use fraldas ecocompatíveis: a biodegradação das fraldas tradicionais leva 500 anos.”
  10. “Para conservar os alimentos, use vidro e não alumínio ou plástico: esses poluem e, para a sua produção, o desperdício energético é enorme.”
  11. Informe-se com inteligência: existem centenas de sítios, revistas e canais de TV que falam sobre meio ambiente e a sustentabilidade.”
  12. “Não use papel: utilize a tecnologia digital para enviar e receber documentos e para se informar. Assim, você salva árvores e não polui com o transporte.”
  13. “Escove os dentes, mas com inteligência: se deixar a torneira aberta, você joga fora 30 litros de água. Abra a torneira só quando for preciso.”
  14. “Use lâmpadas econômicas: consome cinco vezes menos e duram 10 vezes mais.”
  15. “Coma de forma sadia, prefira o orgânico: é um método de cultivo que respeita o meio ambiente.”
  16. “Coma com consciência: os hambúrgueres são bons, mas, para serem produzidos, requerem uma grande pegada ecológica. Pense nisso.”
  17. “Um banho é bom se dura pouco: em três minutos, você consome 40 litros d’água. Em 10 minutos, mais de 130 litros em média.”
  18. “Pense sempre que todo objeto que você usa irá se tornar lixo: faça com que ele dure o máximo possível.”
  19. “Usar e jogar fora? Não, obrigado. Por exemplo, use pilhas recarregáveis: podem ser recarregadas até 500 vezes.”
  20. “Faça a coleta seletiva: é a contribuição mais inteligente e mais importante que você pode dar ao meio ambiente.”
+ Tomé Ferreira da Silva
Bispo auxiliar na Arquidiocese de São Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário