Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2011

A MÃE DE DEUS, A PAZ E A FRATERNIDADE UNIVERSAL

Imagem
Há um visível e incômodo descompasso entre o ano civil e o religioso, para nós que pertencemos à Igreja Católica Apostólica Romana. Enquanto para muitas culturas o primeiro de janeiro é festa de ano novo, comemorado de múltiplos modos, para nós é o dia da Solenidade de Santa Maria, a Mãe de Deus. Este mesmo dia é considerado como “dia da confraternização universal”, ou ainda, “dia da paz”. Na liturgia de nossa Igreja, não é impossível celebrar em um só dia todos estes eventos, mas não é fácil conciliá-los. Gosto muito do título dado à solenidade de primeiro de janeiro: Santa Maria, Mãe de Deus. Não é comum, na liturgia ou na piedade popular, chamar Nossa Senhora de Santa Maria. Lembrar a santidade de Nossa Senhora através de seu nome, Maria, é de uma singularidade ímpar, recorda-me a sua humanidade santificada, como ocorre com os outros santos em nossa Igreja. Faz-me voltar à singeleza, silêncio, sobriedade e vida de trabalho em Nazaré. Neste contexto, a santidade de

EDUCAR OS JOVENS PARA A JUSTIÇA E A PAZ

Imagem
Primeiro de janeiro é o primeiro dia do ano civil para boa parte dos povos,  dia mundial da paz e da confraternização universal,  para os Católicos é  dia de Santa Maria Mãe de Deus. O Papa sempre escreve uma mensagem para este dia, tendo em vista a promoção da paz e da fraternidade entre os Povos. Para o ano de 2012 a mensagem é intitulada “Educar os jovens para a justiça e a paz”. A crise que assola o mundo, manifestando-se no mercado de trabalho e na economia, encontra a sua raiz em uma crise mais profunda de ordem cultural e antropológica. Os jovens podem oferecer um precioso contributo para a superação desta crise e a renovação da esperança, desde que sejam educados para uma cultura da justiça e da paz, o que é missão conjunta da família, das instituições de educação, dos meios de comunicação social e do Estado respeitando os tadonicaç sejam educados para uma cultura de justiça e de paz. . “Educar – na sua etmologia latina ‘educere’ – significa conduzir para fora de si m

SOZINHO? NÃO!

Imagem
A pessoa humana padece de um mal humanamente incurável, uma solidão implacável que o atazana continuamente, sobretudo quando volta para si, que somente pode ser apaziguada por Deus. A solidão humana é expressão da saudade que a  criatura sente do Criador, do limite da  finitude diante do Infinito, do desejo da Eternidade presente na alma mortal, da caducidade do contingente diante do Necessário. É a solidão da consciência ao tomar posse de si mesma e constatar que não somos deuses. O nascimento de Jesus Cristo mostra à pessoa humana que ela não está só. Deus está conosco! A humanidade de Deus, em Jesus Cristo, restaura a pessoa humana, torna-a participante do seu Mistério, curando-a da solidão original  e inserindo-a na comunhão amorosa da Santíssima Trindade. Você não está só! Acolha o Amor Divino em sua vida, ele gera comunhão e unidade! Curados por Deus, podemos curar! A solidariedade de Deus, em Jesus Cristo, é remédio para a solidão humana, para que

Celebração das últimas Crismas de 2011

Imagem
Últimas Crismas do ano de 2011 na Região Episcopal Ipiranga, Arquidiocese de São Paulo. No fim de semana passado, 17 e 18 de dezembro, Dom Tomé, presidindo as Santas Missas, administrou o Sacramento da crisma para jovens e adultos nas seguintes paróquias: Santo Afonso Maria de Ligório, no Bairro Água Funda, Setor Pastoral Imigrantes; Santa Terezinha do Menino Jesus e da Sagrada Face, no bairro Bosque da Saúde, Setor Pastoral Imigrantes; Nossa Senhora Mãe de Jesus, no bairro Jardim Celeste, também no Setor Pastoral Imigrantes.

Homilia: O Presbítero, profeta do Reino de Deus

Imagem
Emoldurados pelo Advento, como participantes do mistério do Reino de Deus,  celebramos esta Santa Missa. No altar do nosso coração oferecemos a Deus o que somos, vivemos e fizemos ao longo deste dia. Unidos ao Povo de Deus, a Igreja, nos alegramos com a proximidade da celebração do Natal de Jesus Cristo,  que reacende em nós a esperança do encontro pleno e definitivo com Ele, o que de algum modo já experimentamos na fé, pois o seu reinado acontece já, e ainda não, em nós, no mundo e na história. Temos presente em nossa oração os 25 anos de vida presbiteral, uma fidelidade amorosa, de nosso amigo e pároco, Pe. Antônio Aparecido dos Santos, o nosso Padre Toninho. Com ele dizemos a Deus o que rezamos na oração de coleta desta Missa: “Senhor nosso Deus, somos servos indignos e reconhecemos com tristeza as nossas faltas”. Também com ele cantamos com o salmista: “Eu te exalto, Senhor, porque me livraste, não deixaste meus inimigos se rirem de mim. (...) Transformaste o meu

Nossa Senhora do Ó, rogai por nós!

Imagem
O tempo do advento e do Natal proporciona-nos a possibilidade de contemplar e participar de um dos mais belos mistérios de nossa fé: a presença humana de Nosso Senhor Jesus Cristo, Filho de Deus, Salvador,  no mundo e na história.   Como Nossa Senhora pode trazer em seu ventre o Filho de Deus? Como pode a humanidade pecadora “conter” a Divindade Salvadora? Como é possível o mundo criado conter o seu Criador? Como pode a história abrigar o seu Senhor e Juiz? Ficamos maravilhados diante deste Mistério, nossa resposta não é outra senão o silêncio, a admiração, o encantamento, o sentimento de estupefação, o êxtase. Em São Paulo, na zona norte, no bairro Freguesia do Ó, temos uma igreja onde se venera a Mãe de Deus com o título de Nossa Senhora do Ò, também conhecida como Nossa Senhora da Expectação. A imagem retrata artística e plasticamente o mistério da Encarnação de Nosso Senhor Jesus Cristo, quando presente no ventre de Nossa Senhora. Contemplando o que acon

Aniversário Sacerdotal do Pe. Cícero de Freitas - 25 anos

Imagem
O Revmo. Sr. Pe. João Cícero de Freitas, Pároco da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, na Arquidiocese de São Paulo, Região Episcopal Ipiranga, Setor Pastoral Anchieta, celebrou neste 13 de dezembro 25 anos de profícua vida sacerdotal. Uma bela celebração da Santa Missa e uma confraternização reuniram os amigos, familiares e paroquianos. Na homilia, o Padre Jubilar destacou que "na corda bamba da vida, os 25 anos de sim ao sacerdócio foram vividos à custa de muitos nãos".

Confraternização dos Padres da Região Ipiranga

Imagem
Os Padres que trabalham na Região Episcopal Ipiranga, na Arquidiocese de São Paulo, estiveram reunidos na manhã do dia 13 de dezembro participando de uma manhã de espiritualidade e confraternização. Foram acolhidos com o desjejum, rezaram a hora média, revendo também as conquistas do ano, ouviram a meditação dirigida pela Irmã Vera Ivanise Bombonato, da Congregação das Irmãs Paulinas, se confessaram individualmente, depois de uma preparação, fizeram um momento de ação de graças, receberam a bênção do Santíssimo Sacramento, após o canto do Te Deum, realizaram troca de lembranças e almoçaram festivamente. Belo exemplo eles nos deixam de como viver e celebrar o Natal de Jesus Cristo. Parabéns aos nossos padres!

Celebração de Crismas

Imagem
No domingo, 11 de dezembro, durante celebração da Santa Missa, foi administrado o Sacramento da Crisma para os jovens da Área Pastoral São Paulo, no Setor Pastoral Anchieta, Avenida Comandante Taylor; para os crismandos da  Paróquia Nossa Senhora das Mercês, também no Setor Pastoral Anchieta, Vila das Mercês; e para um grupo de estudantes do Colégio Nossa Senhora do Rosário, este pertencente às Irmãs Dominicanas, situado na Avenida Jabaquara.

Ordenação Diaconal e Presbiteral

Imagem
A Comunidade Aliança de Misericórdia, vinculada canonicamente à Arquidiocese de São Paulo, em solene celebração da Santa Missa, na tarde do dia 10 de dezembro, na Catedral da Sé, em São Paulo, acolheu dois novos sacerdotes, Pe. Israel Mendes Pereira e Pe. Paulo Ramos, e dois novos diáconos, Efigênio Rodrigues da Rocha e Pedro da Silva Morais, ordenados por Dom Odilo Pedro Scherer, Cardeal Arcebispo de São Paulo.

Comunidade Imaculada Conceição, no bairro da Saúde celebra a festa da Padroeira

Com a presença de Dom Tomé, a Comunidade Imaculada Conceição, da Paróquia Santa Terezinha do Menino Jesus e da Sagrada Face, no bairro da Saúde, celebrou a festa de sua padroeira na noite do dia 08 de dezembro, contando também com a presença do Pe. Cristiano, missionário de São Francisco de Sales. Logo postaremos fotos dessa festa.

Seminário Imaculada Conceição celebra a Padroeira

Imagem
As quatro comunidades que formam o Seminário Arquidiocesano da Imaculada Conceição, na Arquidiocese de São Paulo, celebraram a festa da Padroeira na capela do Seminário de Teologia Bom Pastor, contando com a presença de todos os seminaristas e formadores, bem como de S. Emcia. Dom Odilo Pedro Scherer, dos bispos auxiliares e diversos sacerdotes, entre estes os jubilares: Cônego Laerte, Cônego Celso Pedro, Cônego Martin Segú, Pe. Agostinho e Pe. João Mildner.

Dom Odilo Pedro Scherer, Cardeal Arcebispo de São Paulo, celebra 35 anos de vida sacerdotal

Imagem
Na tarde do dia 07 de dezembro, vésperas da solenidade da Imaculada Conceição de Nossa Senhora, Dom Odilo Pedro Scherer presidiu a Eucaristia na Catedral, na Praça da Sé, em São Paulo, agradecendo a Deus os 35 anos de sua vida sacerdotal. Nesta ocasião, em nome da Arquidiocese, Dom Tomé fez esta saudação:   " A semente que germina no silêncio da terra é carregada de mistério. A plantinha que busca o sol e fortalece as primeiras folhas é promissora. O arbusto que, ao mesmo tempo, aprofunda as raízes, estende os galhos para o infinito e robustece o tronco é portador de esperança. A jovem árvore com suas primeiras flores e frutos carrega consigo um futuro promissor. A árvore frondosa, com sombra larga e fresca, flores e frutos bons e abundantes é exuberante. Quem viu a semente poderia imaginar o que tornou-se hoje?   Dom Odilo, o Senhor vive a maturidade do sacerdócio que lhe foi conferido pela Igreja há 35 anos. Que bela vida sacerdotal! Que amor a Jesus Crist
Imagem
ESCLARECIMENTO dos bispos da província eclesiástica de São Paulo aos fiéis da Igreja Católica Apostólica Romana A Igreja Católica Apostólica Romana, fiel e perseverante na transmissão da fé recebida dos Apóstolos, está unida ao Papa, sucessor do Apóstolo Pedro, e aos bispos em comunhão com ele. Os fiéis católicos apostólicos romanos reúnem-se também em torno dos padres e diáconos, que estão em comunhão com os bispos e foram por eles legitimamente ordenados para os respectivos ministérios. Atualmente, várias Igrejas e Comunidades Cristãs, não unidas ao Papa e aos bispos em comunhão com ele, apresentam-se como “católicas”, “católicas apostólicas”, “católicas carismáticas”, “católicas renovadas”, “católicas apostólicas ortodoxas”, “católicas apostólicas brasileiras”. Diversas pessoas e iniciativas religiosas são apresentadas como “católicas”, utilizando os mesmos sinais já tradicionais da nossa identidade católica apostólica romana (nomes, títulos, vestes clericais e litúrgica

Crisma na Paróquia São Judas Tadeu

Imagem
A Paróquia Santuário São Judas Tadeu celebrou no fim da manhã do dia 04 de dezembro as crismas de seus jovens e adultos, preparados ao longo deste ano.

Encerramento "Ano Mariano Marista"

Imagem
Na noite do dia 03 de dezembro, o Colégio Marista Arquidiocesano, na Vila Mariana, com solene Eucaristia, realizou o encerramento das atividades acadêmicas do ano de 2012,  colocou ponto final no "Ano Mariano Marista", celebrou o sacramento da crisma para alguns de seus alunos e inaugurou o seu presépio e iluminação especial de Natal.

Confira as últimas postagens do site da Diocese de São José do Rio Preto