sexta-feira, 21 de outubro de 2011

MENSAGEM DO PAPA PARA VOCÊ (III)
Nas duas últimas semanas tenho refletido com você a mensagem que o Papa Bento XVI enviou aos fiéis católicos de todo o mundo, para a celebração do Dia Mundial das Missões, a ser celebrado neste vinte e três de outubro. Retomamos hoje a última parte desta mensagem, onde ele pede a nossa contribuição para as Pontifícias Obras Missionárias e explica o modo como será usada a oferta realizada nesta intenção.
“A evangelização é um processo complexo e compreende vários elementos. Entre eles, uma peculiar atenção por parte da animação missionária foi sempre prestada à solidariedade. Esta é também uma das finalidades do Dia Mundial das Missões, que, por meio das Pontifícias Obras Missionárias, solicita ajuda para o cumprimento das tarefas de evangelização nos territórios de Missão.
Trata-se de apoiar instituições necessárias para estabelecer e consolidar a Igreja por meio dos catequistas, dos seminários e dos sacerdotes; e também de oferecer a própria contribuição para o melhoramento das condições de vida das pessoas em países onde são mais graves os fenômenos de pobreza, subalimentação, sobretudo infantil, doenças, carência de serviços médicos e para a educação. Também isto faz parte da Missão da Igreja. Anunciando o Evangelho, ela toma a peito a vida humana em pleno sentido.
Não é aceitável, reiterava o Servo de Deus Papa Paulo VI, que na evangelização se descuidem os temas relativos à promoção humana, à justiça, à libertação de todas as formas de opressão, obviamente no respeito pela autonomia da esfera política. Desinteressar-se dos problemas temporais da humanidade significaria ‘ignorar a doutrina do evangelho sobre o amor ao próximo que sofre ou que se encontra em necessidade’ (Exortação Apostólica Evangelii Nuntiandi, 31.34); não estaria em sintonia com o comportamento de Jesus, que percorria ‘todas as cidades e povoados, ensinando em suas sinagogas, pregando a Boa-Nova do Reino e curando todo tipo de doença e enfermidade’(Mt 9, 35).
Assim, por meio da participação corresponsável da Missão da Igreja, o cristão torna-se construtor da comunhão, da paz, da solidariedade que Cristo nos concedeu, e colabora para a realização do plano salvífico de Deus para toda a humanidade. Os desafios que ela encontra chamam os cristãos a caminhar juntamente com os outros, e a Missão faz parte integrante deste caminho com todos. Nela nós trazemos, ainda que seja em vasos de barro, a nossa vocação cristã, o tesouro inestimável do Evangelho, o testemunho vivo de Jesus morto e ressuscitado, encontrado e acreditado na Igreja.
O Dia Mundial das Missões reavive em cada um o desejo e a alegria de ‘ir’ ao encontro da humanidade levando Cristo a todos. No Seu nome, concedo-vos de coração a Bênção Apostólica, em particular aos que mais se fadigam e sofrem por causa do Evangelho.”
As Missões precisam da sua ajuda, da sua doação; da ajuda e doação da sua família e amigos. Ao participar da Missa no próximo sábado e domingo, leve a sua contribuição em dinheiro, o que será feito por todos os católicos do mundo inteiro.
Nós do Brasil ainda recebemos mais das Pontifícias Obras Missionárias do que enviamos. É tempo de invertermos esta situação, não acha? Então, ajude e estimule outros a ajudarem as Missões levando sua generosa e boa doação em todas as missas, em todas as igrejas, neste fim de semana. Os missionários e os missionados agradecem. Deus lhe pague! Quem ajuda a financiar as Missões tem mérito de missionário.

+ Tomé Ferreira da Silva.
Bispo Auxiliar de São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário